Abies Grandis ou Abeto Gigante

em Guia de Espécies
Nome latino : Abies Grandis Família : Pinaceae Género : Abies

Reconhecer o Abeto Gigante

  • Casca cinzenta com sulcos impregnados de resina.
  • Agulhas longas que alternam dois comprimentos diferentes e possuem duas riscas brancas e que estão dispostas em pente nos ramos.
  • Odor de citrinos das agulhas.
  • Cones eretos.

Estações favoráveis ao abeto gigante

Temperaturas

Nos primeiros anos, o abeto gigante é uma espécie de sombra. Resiste relativamente bem aos invernos rigorosos.

Pluviosidade

Média anual de 850 mm com uma amplitude compreendida entre 500 e 2500 mm de água/ano. Esta espécie carece de uma humidade atmosférica elevada. Tolera mal a seca estival.

Solos

Dá-se bem com solos profundos e frescos. Não gosta de solos calcários e argilosos. Pode, contudo, compensar a secura do solo com uma humidade do ar elevada.

Sistema radicular do abeto gigante

  • Forte e oblíquo.
  • Medianamente resistente ao vento.

Plantação do abeto gigante

Densidade Espaçamento Vantagens
1111 plântulas/ha 3 m x 3 m Crescimento rápido. Esta espécie regenera-se naturalmente sob o seu próprio coberto.

Densidade final: 300 árvores/ha

Crescimento e produção do abeto gigante

  • Crescimento muito rápido em altura e em diâmetro.
  • Produção de 15 a 25 m3/ha/ano (consoante as estações).

Madeira de abeto gigante

  • Cerne amarelo-avermelhado, alburno indistinto.
  • Serragem fácil, secagem sem fendas ou deformações.
  • Madeira do cerne pouco duradoura e pouco resistente.
  • Madeira excelente para a indústria do papel.
  • Utilizada igualmente para a produção de caixas e embalagens.
  • Designação comercial: Abeto gigante

Sanidade

 

Parecer económico

O abeto gigante, igualmente conhecido pelo sua designação científica, «Abies Grandis», é uma das maiores árvores da Europa e desempenha um papel importante na economia florestal francesa.
Não há dúvida de que se trata da resinosa mais produtiva, com um crescimento muito acelerado.

Com efeito, apesar de ser desvalorizado em determinados países, o abeto gigante possui características silvícolas positivas: a sua madeira, resistente, nomeadamente, à humidade, pode ser utilizada em engenharia hidráulica, enquanto o facto de leve e fina a torna adequada para a utilização na indústria do mobiliário e na construção. É igualmente apreciada para a produção de pasta de papel, já para não referir que, desde muito jovem, faz fantásticas árvores de Natal!

A compra de uma floresta de abetos gigantes constitui um investimento interessante. O abeto gigante tolera inúmeros tipos de solos e terá sempre o seu lugar nas plantações, servindo por vezes de protetor para espécies mais frágeis, graças à sua forte resistência aos ventos.

No entanto, é importante uma forte humidade do ar e do solo, podendo sucumbir ao défice hídrico. Em França, podemos encontrar abetos gigantes, nomeadamente, no Maciço Central, nos Pirenéus e na faixa nordeste do território.

A Forêt Investissement pode aconselhá-lo sobre a compra de uma floresta de abetos gigantes.

 

 

Fotografia de ilustração do topo atribuída a Wsiegmund.

Votre navigateur n'est pas à jour, votre experience sur le site ne sera pas opimale.