Floresta e Ambiente em França

5 de abril de 2018

A floresta e o ambiente são dois conceitos muito compatíveis. Com efeito, em França, como em todo o mundo, a floresta é um agente ativo do ambiente. O solo, a água e o ar são, sem dúvida, elementos fundamentais para a vida das árvores, mas a floresta não se contenta em utilizar estes recursos em seu benefício.

A floresta presta igualmente preciosos serviços ao ambiente, designadamente em termos de qualidade do ar e de qualidade da água. Além disso, a floresta age sobre o armazenamento de carbono na biomassa viva e morta. À escala mundial, as florestas são verdadeiros poços de carbono, como o comprova o Protocolo de Quioto e os acordos de Paris da 21.ª Conferência das Partes (COP 21).

O papel ativo da floresta

Face à intensidade das alterações climáticas previstas, que terão impacto nas temperaturas, na pluviosidade e estarão na origem a fenómenos extremos, a floresta, com o seu papel ativo na redução dos gases com efeito de estufa, é, mais do que nunca, considerada uma verdadeira alternativa.

Com efeito, a floresta permite a captura de dióxido de carbono, graças à fotossíntese e o armazenamento de carbono nas árvores e nos produtos à base de madeira, para além de oferecer alternativas aos materiais «energívoros», como o alumínio e o aço, bem como às energias fósseis, como o carvão e o petróleo. Com todos estes benefícios, é indispensável valorizar a floresta.

A proteção e a boa gestão das florestas são cada vez mais necessárias.

Aliás, a proteção do planeta está indissociavelmente ligada à proteção da floresta. Em França, a floresta ocupa 1/3 da superfície do país. Quotidianamente, a floresta presta-nos inúmeros serviços: melhoria da qualidade da água e do ar, prevenção da erosão dos solos, alimentação e habitat dos animais e atenuação do ruído, entre outros. Devemos saber agradecer-lhos.

Ao armazenar o dióxido de carbono e libertar oxigénio, as árvores funcionam como uma armadilha para o carbono e contribuem para a realização dos objetivos do Protocolo de Quioto e dos acordos de Paris da COP 21, diminuindo a produção de gases com efeito de estufa resultante da atividade humana.

Anualmente, um hectare de floresta absorve entre 5 e 10 toneladas de carbono e liberta entre 10 e 20 toneladas de oxigénio.

Uma verdadeira fonte que alimenta o nosso planeta verde!

Além disso, a floresta filtra as poeiras e a poluição microbiana resultantes da atividade industrial. Por último, a floresta contribui para a regulação do ciclo da água, filtrando as impurezas e permitindo que a água vá engrossar os lençóis freáticos que alimentam as fontes.

Prevenção da erosão dos solos, abrandamento dos ventos, atenuação do efeito das avalanches, redução do ruído, papel importante na cadeia alimentar, constituindo a única fonte de azoto dos animais - são todas estas funções desempenhadas pela floresta que valem ao nosso planeta a designação de planeta verde.

Além da sua função social (passeios, saídas desportivas) e da sua função económica, a floresta em França desempenha um papel verdadeiramente ecológico. Mas não podemos esquecer que a floresta deve ser gerida. Uma floresta não gerida captura quatro vezes menos dióxido de carbono do que uma floresta gerida de forma dinâmica. A proteção do ambiente passa também pelas boas práticas! Um planeta verde requer a intervenção de profissionais.

Votre navigateur n'est pas à jour, votre experience sur le site ne sera pas opimale.